Quem somos?
Associação de Cabos e Soldados PM JAR05:55


      A Associação de Cabos e Soldados Policiais Militares João Adauto do Rosário, fundada em 15 de junho de 1951. É uma associação representativa dos praças policiais militares do Rio Grande do Sul. Esta localizada na Rua Dom Pedro II 1057 no centro de Pelotas, Telefone: (53) 3227-5418. 
     A Diretoria é composta pelo Soldado Neimar de Oliveira Lima, soldado da Brigada Militar e pelo Soldado Rafael Beltrame. A Atual diretoria está empenhada em defender os direitos dos Brigadianos gauchos, mas principalmente defender os Policiais que estão inativos e na reserva da Brigada Militar.  Pensando nisso, a associação criou uma comissão de defesa dos Direitos Humanos dos Policiais, Bombeiros Militares e familiares. Em caso de violação dos direitos básicos de trabalho do servidor público envie-nos um e-mail : cbsesdspms-dh@hotmail.com - cbsesdspms@hotmail.com ou  acsjar@hotmail.com.
     A Associação passou por um processo de reformulação em suas atuações e seu posicionamento na sociedade, perdeu seu Status de um Clube e passou para Associação, essa mudança  colocou a Associação no cenário nacional. Em dezembro de 2009 a entidade foi uma das responsáveis pela queda do "pacote de bondades" da Governadora Yeda Crusius. 
     A Associação desenvolve três projetos sociais de suma importância para os associados e a comunidade. O Projeto Chutando as Drogas destina 80% das vagas para os filhos de Policiais Militares, 10% Para prefeitura de Pelotas e Ministério Público e outros 10% para a comunidade em geral. O Projeto Chutando as Drogas conta com o apoio do Ministério Público através do Promotor da Infância e da Juventude Dr. José Olavo Passos e da Prefeitura de Pelotas.  O Projeto conta com o patrocínio de várias empresas como: - Ótica Máx, Oriental Presentes, IBCM, MBM, Gabrimar Seguros, Akhenaton entre outras. O projeto conta ainda com duas psicólogas voluntárias, a Dra Lúcia Moro e a Dra. Thais Moro. Segundo os dados da entrevista das psicólogas com os participantes do projeto, muitos não querem ser jogador de futebol, mas gostariam de conhecer novas profissões.
      Ainda tem mais dois projetos, Fazendo Arte direcionado para as esposas, as quais desenvolvem atividades manuais através de artesanatos e o Projeto Ronda Brigadiana de Amigos destinado aos policiais militares ativos, inativos e da reserva. Todos os recursos, isto é, Cestas básicas captadas pela entidade através de um convênio com MP , são repassadas para os Policiais Militares necessitados através do núcleo de Assistência Social da Associação.


ACESSE O BLOG DO PROJETO CHUTANDO AS DROGAS (AQUI)